Manutenção em estação da Vila Moraes poderá afetar abastecimento em imóveis sem caixa d’água, na segunda (20)

Na segunda-feira (20/05), das 7h às 12h, o Semae fará manutenção no sistema de bombeamento da Estação Elevatória da Vila Moraes. Para isso, será necessário paralisar a distribuição de água no bairro, o que poderá causar desabastecimento nos imóveis que não têm caixa d’água. A normalização será de forma gradativa, devendo se estabilizar à noite.

Ter uma caixa d’água instalada é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção ou outras intervenções que exigem a interrupção do abastecimento.

A reserva de 200 litros para cada morador é suficiente. Uma casa com cinco pessoas, por exemplo, deve ter uma caixa com capacidade para mil litros. Isso garante o abastecimento da residência por até 24 horas sem fornecimento de água da rua. Ainda assim, o Semae recomenda economia no consumo.

Mais informações pelo telefone 115.

Semae fará manutenção em estação da Vila Moraes, o que poderá afetar abastecimento em imóveis sem caixa d’água

Nesta quarta-feira (24/04), das 7h às 13h, o Semae fará manutenção na Estação Elevatória da Vila Moraes. Para isso, será necessário paralisar o bombeamento e a distribuição de água no bairro, o que poderá causar desabastecimento nos imóveis que não têm caixa d’água. A normalização será de forma gradativa, devendo se estabilizar à noite.

Ter uma caixa d’água instalada é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção ou outras intervenções que exigem a interrupção do abastecimento.

A reserva de 200 litros para cada morador é suficiente. Uma casa com cinco pessoas, por exemplo, deve ter uma caixa com capacidade para mil litros. Isso garante o abastecimento da residência por até 24 horas sem fornecimento de água da rua. Ainda assim, o Semae recomenda economia no consumo.

Mais informações pelo telefone 115.

Semae segue com reparo emergencial em abastecimento da Vila Moraes

O Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) informa que os reparos na adutora (tubulação de grande porte) que abastece o reservatório da Vila Moraes continuam nesta segunda-feira (18) – o problema foi identificado no domingo (17) e os bairros Vila Brasileira, Vila Pomar, Conjunto Thaísa, Jardins do Paraíso e Jardim Nathalie foram afetados pela falta de abastecimento de água.
 
As equipes de manutenção da autarquia iniciaram rapidamente os trabalhos para solucionar o problema no menor tempo possível. Contudo, os serviços foram prejudicados pela chuva e continuam nesta segunda-feira. A previsão é que o abastecimento seja normalizado no final desta terça-feira (19).

Mais informações pelo telefone 115.

Ventania provoca queda de energia e afeta abastecimento de água na Vila Oliveira

A forte ventania desta quinta-feira (13/07) provocou queda de energia e paralisação da estação de captação de água do Semae, no rio Tietê, por aproximadamente 1h30. Para não comprometer o nível do reservatório da Vila Natal, que abastece uma extensa área da cidade, a autarquia precisou desligar a estação de bombeamento da Vila Oliveira, o que afeta a distribuição de água no bairro. A previsão é religar a unidade às 20h, com normalização do abastecimento ao longo da noite.

Na próxima terça-feira (06/06), Semae limpará reservatório da Vila da Prata

Para assegurar a qualidade da água distribuída à população, na próxima terça-feira (06/06) o Semae limpará o reservatório da Vila da Prata. O procedimento estava inicialmente agendado para 29 de maio, mas, em função da chuva registrada naquele dia e a consequente ausência das condições adequadas de segurança do trabalho, a autarquia adiou o serviço.

Para a limpeza, será necessária uma pausa no abastecimento, das 3h às 16h, incluindo a Vila São João. A normalização está prevista para o período da noite.

Quem tem caixa d’água possivelmente não terá a rotina afetada. Ainda assim, o Semae recomenda aos moradores utilizar com economia o volume armazenado, evitando o desperdício.

Ter caixa d’água é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção da rede ou outras intervenções que exigem a interrupção do abastecimento. Para mais informações, o telefone da autarquia é o 115.


Terça-feira (06/06): Limpeza do reservatório da Vila da Prata
Horário:
 das 3h às 16h, com normalização do abastecimento à noite
Área afetada: Vila da Prata e Vila São João

Chuva inviabiliza limpeza no reservatório da Vila da Prata e abastecimento será normalizado à noite

O Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) informa que, em função da chuva registrada nesta segunda-feira (29/05) e a consequente ausência das condições adequadas em termos de segurança do trabalho, a limpeza no reservatório da Vila da Prata, em Mogi das Cruzes, prevista para ser realizada na data de hoje, não pôde ser executada. O reservatório, que havia sido previamente esvaziado, foi novamente abastecido e a previsão é que a normalização na área afetada, incluindo a Vila São João, se dê até o fim da noite desta segunda-feira. A limpeza será realizada em outra data, a ser agendada. 

Já a limpeza desta terça-feira (30/05), no reservatório do Barroso, está mantida. A pausa no abastecimento acontecerá das 3h às 16h e a normalização está prevista para a noite de terça-feira. O sistema de distribuição de água do bairro atende também a Vila São José.

Quem tem caixa d’água não deverá ter a rotina afetada. Ainda assim, o Semae recomenda aos moradores utilizar com economia o volume armazenado, evitando o desperdício.

Ter caixa d’água é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção da rede ou outras intervenções que exigem a interrupção do abastecimento. Para mais informações, o telefone da autarquia é o 115.

Terça-feira (30/05): Limpeza do reservatório do Barroso
Horário: das 3h às 16h, com normalização do abastecimento à noite
Área afetada: Barroso e Vila São José

Autarquia reprograma obra em reservatório e somente Vila Suíssa terá pausa no abastecimento

Nesta quarta-feira (24/05), o Semae fará o remanejamento de macromedidor (hidrômetro de grande porte) visando à futura operação do novo reservatório da Vila Suíssa. A autarquia reprogramou os trabalhos e, em vez de nove bairros, somente a Vila Suíssa terá pausa na distribuição de água, no período das 7h às 16h. A normalização do abastecimento será de forma gradativa, no decorrer da noite e da madrugada/manhã de quinta (25/05).

O remanejamento de macromedidor é para realização dos testes de operação que antecedem o início da distribuição de água pelo novo reservatório, que terá capacidade para 2,5 milhões de litros.

A unidade elevará a disponibilidade hídrica para 4,5 milhões de litros, já que se somará ao reservatório que opera atualmente e tem capacidade para 2 milhões de litros.

O investimento é uma contrapartida da iniciativa privada devido à implantação de novas unidades habitacionais na região. O trabalho é acompanhado e fiscalizado pelo Semae, que assumirá a operação do reservatório quando as obras forem concluídas.

A previsão do Departamento Técnico da autarquia é de que o reservatório adicional entre em operação este ano.

Economia
Durante o período de paralisação para as obras, o Semae recomenda aos moradores utilizar com economia a água armazenada em suas caixas d’água, evitando o desperdício em tarefas domésticas essenciais, além de reduzir o tempo de banho.

Ter caixa d’água é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção da rede ou outras intervenções que exigem a interrupção do abastecimento. Para mais informações, o telefone da autarquia é o 115.

Obras do novo reservatório podem afetar distribuição de água na Vila Suíssa, nesta quarta (24)

Nesta quarta-feira (24/05), o Semae fará o remanejamento de macromedidores (hidrômetros de grande porte) visando à futura operação do novo reservatório da Vila Suíssa. O procedimento é para realização dos testes de operação que antecedem o início da distribuição de água pelo novo dispositivo, que terá capacidade para 2,5 milhões de litros. Para realizar a interligação, será necessário pausar o abastecimento no período das 7h às 16h.

Após a retomada da distribuição de água, às 16h, a normalização do abastecimento será de forma gradativa, no decorrer da noite e da madrugada/manhã de quinta (25/05). Além da Vila Suíssa, os outros bairros afetados serão Botujuru/ Vila São Paulo, Cezar de Souza, Conjunto Cláudia, Jardim Juliana, Residencial Veredas, Vila Horizonte e Vila Pauliceia.

O Semae recomenda aos moradores utilizar com economia a água armazenada em suas caixas d’água, evitando o desperdício em tarefas domésticas essenciais, além de reduzir o tempo de banho.

Ter caixa d’água é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção da rede ou outras intervenções que exigem a interrupção do abastecimento. Para mais informações, o telefone da autarquia é o 115.

Obras de melhorias
A área de abastecimento da Vila Suíssa ganhará um importante reforço na distribuição de água com a construção de mais um reservatório, de 2,5 milhões de litros. A unidade elevará a disponibilidade hídrica para 4,5 milhões de litros, já que se somará ao reservatório que opera atualmente e tem capacidade para 2 milhões de litros.

O investimento é uma contrapartida da iniciativa privada devido à implantação de novas unidades habitacionais na região. O trabalho é acompanhado e fiscalizado pelo Semae, que assumirá a operação do reservatório quando as obras forem concluídas.

A previsão do Departamento Técnico da autarquia é de que o reservatório adicional entre em operação este ano.

Interligação de novo reservatório pode afetar distribuição de água na Vila Suíssa, na quarta (17/05)

As obras de melhoria no sistema de abastecimento avançam na região da Vila Suíssa, em Cezar de Souza, com mais uma interligação da rede ao novo reservatório, na próxima quarta-feira (17/05). O procedimento é para realização dos testes de operação que antecedem o início da distribuição de água pelo novo dispositivo, que terá capacidade para 2,5 milhões de litros. Para realizar a interligação, será necessário pausar o abastecimento no período das 7h às 16h.

Após a retomada da distribuição de água, às 16h, a normalização do abastecimento será de forma gradativa, no decorrer da noite e da madrugada/manhã de quinta (18/05). Além da Vila Suíssa, os outros bairros afetados serão Botujuru/ Vila São Paulo, Cezar de Souza, Conjunto Cláudia, Jardim Juliana, Residencial Veredas, Vila Horizonte e Vila Pauliceia.

O Semae recomenda aos moradores utilizar com economia a água armazenada em suas caixas d’água, evitando o desperdício em tarefas domésticas essenciais, além de reduzir o tempo de banho.

Ter caixa d’água é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção da rede ou outras intervenções que exigem a interrupção do abastecimento. Para mais informações, o telefone da autarquia é o 115.

Obras de melhorias
A área de abastecimento da Vila Suíssa ganhará um importante reforço na distribuição de água com a construção de mais um reservatório, de 2,5 milhões de litros. A unidade elevará a disponibilidade hídrica para 4,5 milhões de litros, já que se somará ao reservatório que opera atualmente e tem capacidade para 2 milhões de litros.

O investimento é uma contrapartida da iniciativa privada devido à implantação de novas unidades habitacionais na região. O trabalho é acompanhado e fiscalizado pelo Semae, que assumirá a operação do reservatório quando as obras forem concluídas.

A previsão do Departamento Técnico da autarquia é de que o reservatório adicional entre em operação este ano.

Construção de novo reservatório avança na Vila Nova Aparecida

O prefeito Caio Cunha e o diretor-geral adjunto do Semae, Michel Reche Beraldo, vistoriaram, nesta semana, as obras de reforço no sistema de abastecimento de água da Vila Nova Aparecida, no distrito de Cezar de Souza, que terá mais um reservatório com capacidade para 2 milhões de litros. A estrutura de concreto está cerca de 75% concluída. A unidade elevará a disponibilidade hídrica para 6 milhões de litros, já que se somará aos reservatórios que operam atualmente e também têm capacidade para 2 milhões de litros cada.

O investimento é de R$ 2 milhões e a obra é executada por meio de uma contrapartida da iniciativa privada devido à construção de novas unidades habitacionais na região. Após a conclusão do reservatório, a etapa seguinte será para montagem e interligação das estruturas hidráulicas.

O trabalho é acompanhado e fiscalizado pelo Semae e a previsão do Departamento Técnico da autarquia é de que o reservatório adicional entre em operação em 2024.

A região abastecida pelos reservatórios da Vila Nova Aparecida inclui o Jardim São Pedro, Jardim das Bandeiras, Morada do Sol e Jardim Cintia, entre outros bairros.
 

Investimentos de R$ 27,5 milhões
A construção de mais um reservatório na Vila Nova Aparecida integra um pacote de investimentos de contrapartida da iniciativa privada, na área de saneamento, em bairros da região leste, um dos principais vetores de crescimento de Mogi das Cruzes nos últimos anos. A soma é de R$ 27,5 milhões.

A área de abastecimento da Vila Suíssa também terá um reforço na distribuição de água com a construção de mais um reservatório, de 2,5 milhões de litros. A unidade elevará a disponibilidade hídrica para 4,5 milhões de litros, pois se somará ao reservatório que opera atualmente. O investimento é de R$ 2,5 milhões.

A estrutura de concreto do reservatório já foi finalizada e estão em execução as estruturas hidráulicas e conexões. As etapas seguintes serão os serviços de automação e supervisão, além de testes de impermeabilização.

O destaque das obras de saneamento, por meio de contrapartidas na área leste, é a construção de uma nova estação de tratamento de esgotos, a ETE Fazenda Rodeio, cujo primeiro módulo está em estágio avançado de obras e é resultado de contrapartida devido à expansão imobiliária no entorno, que gerará crescimento habitacional. O investimento é de R$ 23 milhões. 

De acordo com a empresa responsável pelo investimento, “o novo projeto foi escolhido em virtude das diversas melhorias promovidas ao sistema, que produzirão um efluente com qualidade compatível com a legislação ambiental e proporcionarão a redução de área ocupada, menor consumo de insumos químicos, menor despesa operacional e energética, entre outros”. 

A ETE Fazenda Rodeio foi projetada em quatro módulos, cada um deles subdividido em duas unidades, totalizando oito unidades de tratamento. A capacidade total será de 320 litros por segundo (40 litros por segundo em cada).