Atualize seu cadastro!

Para ter acesso à todos os serviços online, precisamos que seu cadastro esteja atualizado. Clique aqui

Novo reservatório ampliará capacidade de abastecimento na região da Vila Suíssa

A área de abastecimento da Vila Suíssa, no distrito de Cezar de Souza, ganhará um importante reforço na distribuição de água com a construção de mais um reservatório, de 2,5 milhões de litros. A unidade elevará a disponibilidade hídrica para 4,5 milhões de litros, já que se somará ao reservatório que opera atualmente e tem capacidade para 2 milhões de litros. A obra é executada por meio de uma contrapartida da iniciativa privada devido à implantação de novas unidades habitacionais na região. O trabalho é acompanhado e fiscalizado pelo Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae).

A previsão do Departamento Técnico da autarquia é de que o reservatório adicional entre em operação este ano.

Além de atender a região dos empreendimentos, este reforço no abastecimento acompanhará o crescimento da região abastecida pelo reservatório Vila Suíssa, que inclui os bairros Botujuru, Conjunto Cláudia, Jardim Cíntia, Jardim Juliana, Residencial Veredas, Vila Horizonte, Vila São Paulo e Vila Paulicéia.

Extensão de redes
Também como resultado de contrapartida por empreendimentos habitacionais, a região recebeu um reforço no sistema de distribuição de água com a extensão de redes a partir do reservatório do bairro. As novas tubulações foram implantadas nas ruas Euclides da Cunha, Maria do Nascimento Boz Vidal e João Ribeiro, totalizando 860 metros.

A tecnologia empregada na implantação da nova tubulação foi o método não-destrutivo, que faz escavações em pontos específicos da rua para evitar a abertura de valas em grandes extensões das vias.

Obra suspenderá temporariamente distribuição de água em Jundiapeba, na noite desta quinta (15)

Na noite desta quinta-feira (15/12), o Semae dará sequência aos serviços de interligação de redes em Jundiapeba, visando à futura operação do novo reservatório, o que proporcionará melhorias no abastecimento do distrito. O trabalho será realizado a partir das 21h e exigirá uma interrupção temporária no abastecimento em Jundiapeba e Real Park Tietê. A previsão é concluir o serviço à 1h da madrugada de sexta (16). A normalização da distribuição de água será gradativa e deve se estabilizar ao longo do dia.

A pausa no abastecimento não deve afetar os imóveis com caixa d’água. Ainda assim, a autarquia recomenda economia no consumo.

Mais informações pelo telefone 115.

Semae adia obra na rede de água e abastecimento seguirá normal em Jundiapeba

Por questões técnicas, o Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) adiou as obras de interligação do reservatório de Jundiapeba a uma adutora (tubulação de grande porte) que passa pela avenida Francisco Ferreira Lopes. Os serviços estavam previstas para começar na tarde deste domingo (13/11) e, com o adiamento, o abastecimento de água seguirá normal. A autarquia agendará uma nova data para os trabalhos e o período de paralisação na distribuição de água será divulgado com antecedência.

Semae fará manutenção preventiva em poços de Biritiba Ussu e Boa Vista

Para assegurar a qualidade da água captada e distribuída à população, o Semae fará, das 8h de segunda-feira (15/08) às 16h de terça (16), serviços de manutenção preventiva e limpeza no poço que abastece Biritiba Ussu e Jardim Boa Vista, com paralisação do fornecimento de água. O trabalho será feito a partir do dia 15 para aproveitar a paralisação que já estava programada para a data devido a serviços preventivos que a EDP fará na rede de energia elétrica do local. A normalização do abastecimento de água será de forma gradativa, devendo se estabilizar à noite de terça ou madrugada de quarta (17).

Na quarta-feira (17/08), a manutenção preventiva será em um dos dois poços do Jardim Boa Vista. O serviço começará às 8h e deve terminar por volta das 18h. Embora haja um poço complementar, há previsão de intermitência no fornecimento de água, com normalização no fim da noite.

Chácara Guanabara
Também na quarta-feira, o Semae fará a limpeza e desinfecção do reservatório da Chácara Guanabara, das 9h às 17h. A normalização do abastecimento também será de forma gradativa, com estabilização na madrugada de quinta (18/08).

A autarquia recomenda economia no consumo. As interrupções não afetam, ou afetam em menor intensidade os imóveis que têm caixa d’água instalada. Para mais informações, o telefone do Semae é o 115.

Semae limpará reservatório do Parque Morumbi/Conjunto São Sebastião, na terça (28)

O Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) limpará o reservatório do Parque Morumbi, na próxima terça-feira (28/06). Devido a esse trabalho, será necessário interromper a distribuição de água por algumas horas (das 4h às 12h), com normalização do abastecimento no período da noite. Além do Parque Morumbi, o reservatório atende também o Conjunto São Sebastião.

O procedimento de limpeza, que atende à legislação sanitária, já foi realizado este mês nos reservatórios de Taiaçupeba, Botujuru e Vila Rei.

A autarquia reforça a orientação para que os moradores economizem água, evitando a lavagem de carros e quintais e o desperdício em tarefas domésticas essenciais como a lavagem de louças e de roupas, além de reduzir o tempo de banho.

“Assim como em nossa casa devemos fazer a limpeza periódica da caixa d’água, o Semae limpa os reservatórios para garantir a boa qualidade da água que distribuímos. O serviço dura cerca de oito horas e para quem tem caixa d’água a rotina não é afetada”, explica a diretora do Departamento de Operações do Sistema de Água, Milena Forte.

Ter caixa d’água é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção da rede ou outras intervenções que exigem a interrupção do abastecimento.

A reserva de 200 litros para cada morador é suficiente. Assim, uma casa com cinco pessoas deve ter uma caixa com capacidade para mil litros. Isso garante o abastecimento da residência por até 24 horas sem fornecimento de água da rua. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 115.


28/06 (terça-feira)
Reservatório do Parque Morumbi

Abrangência: Parque Morumbi e Conjunto São Sebastião
Período de limpeza: das 4h às 12h
Normalização do abastecimento: madrugada do dia 29/06 (quarta-feira)


Fonte: Departamento de Operações do Sistema de Água do Semae

Para manter qualidade da água, Semae fará limpeza do reservatório do Jardim Boa Vista, na segunda (25/04)

Na próxima segunda-feira (25/04), o Semae fará serviços preventivos de limpeza e desinfecção do reservatório do Jardim Boa Vista, em Biritiba Ussú. A medida é para garantir a qualidade da água distribuída à população. Para isso, será necessário interromper por 12 horas o abastecimento (das 2h às 14h). A normalização será gradativa, devendo se estabilizar à noite do mesmo dia.

Além do Jardim Boa Vista, a paralisação afetará parcialmente Biritiba Ussú. Quem tem caixa d’água em casa não deverá ter a rotina afetada. A autarquia explica que a limpeza de reservatórios é uma ação preventiva e necessária, que atende à legislação sanitária.

Mais informações pelo telefone 115.

Para manter qualidade da água, Semae fará limpeza do reservatório da Vila da Prata, na terça (17)

Para manter a qualidade da água distribuída à população, o Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) fará, na próxima terça-feira (17/08), a limpeza e desinfecção do reservatório da Vila da Prata. Na ocasião, a autarquia também substituirá válvulas na saída do reservatório. Para realizar os serviços, a operação será suspensa de madrugada e retomada no fim da tarde do mesmo dia. Além da Vila da Prata, a interrupção afetará o abastecimento no Conjunto Habitacional Ana Paula e na Vila São João.

O Semae explica que a limpeza de reservatórios é uma ação preventiva e necessária, que atende à legislação sanitária.

Quem tem caixa d’água em casa não deverá sentir os efeitos da interrupção. Ainda assim, a autarquia recomenda aos moradores utilizar com economia o volume armazenado.

Ter um reservatório é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção da rede ou outras intervenções que exigem a interrupção do abastecimento.

A reserva de 200 litros para cada morador é suficiente. Assim, uma casa com cinco pessoas deve ter uma caixa com capacidade para mil litros. Isso garante o abastecimento da residência por até 24 horas sem fornecimento de água.

Mais informações pelo telefone 115 ou pelo Whatsapp (11) 99915-5145.


Sobre a importância de ter caixa d’água em casa, veja informações no link abaixo:
Semae orienta moradores a instalar caixa d’água em casa

Novo reservatório do Semae amplia disponibilidade de água na região do Jardim Maricá

O Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) concluiu mais uma etapa das obras de setorização, redução de perdas e modernização do abastecimento da região leste da cidade com o início da operação, na terça-feira (27/07), do novo reservatório Água Marinha, no Jardim Maricá. Com capacidade para 540 mil litros de água, o equipamento amplia a disponibilidade hídrica para a região.

“Outra vantagem é que este novo reservatório nos permitiu desativar a estação elevatória que bombeava água para a parte alta do bairro. Isso reduz o consumo de energia elétrica e, no longo prazo, diminuirá também os custos que seriam destinados à manutenção da elevatória”, explica Wagner de Carvalho Moraes, da Divisão de Distribuição de Água da autarquia.

O investimento integra a setorização do abastecimento da região leste de Mogi das Cruzes, que é a divisão de uma grande área de distribuição em sistemas menores para aperfeiçoar o fornecimento de água e o gerenciamento de pressão, agilizar manutenções e diminuir perdas.

Com distritos de medição menores fica mais fácil identificar vazamentos para direcionamento mais rápido das equipes de manutenção. Além disso, com mais controladores de pressão, é possível manter o abastecimento com menos riscos de rompimentos nas tubulações.

Os bairros beneficiados pela setorização leste são os atendidos pela Estação de Tratamento de Água (ETA) do Socorro, e vão de Sabaúna à Vila Oroxó, passando por Botujuru, todo distrito de Cezar de Souza, Jardim Maricá, Ponte Grande, Jardim Aracy e Itapety, ao longo da margem direita do rio Tietê. O investimento total previsto é de R$ 10 milhões, incluindo os materiais.

Atualmente, os serviços estão em andamento em Cezar de Souza e na avenida Lothar Waldemar Hoehne (Via Perimetral), onde está em implantação uma nova tubulação entre a Ponte Grande e o Jardim Maricá – uma obra importante para aumentar a disponibilidade de água e controle da pressão para aquela região da cidade, que inclui bairros como Bella Cittá, Jardim Aracy, Itapety e Vila Oroxó.Voltar

Semae distribui água potável em drive-thru de vacinação no Pró-Hiper

O Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) instalou uma tenda com reservatório móvel de água potável no drive-thru de vacinação contra a Covid-19, no Pró-Hiper. A estrutura atende as pessoas que aguardam a imunização e também os servidores da saúde que trabalham no local. O reservatório tem capacidade de mil litros e fica disponível durante todo o horário de vacinação. O serviço é prestado seguindo todas as normas sanitárias.

Semae orienta moradores a instalar caixa d’água em casa

O Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) orienta os moradores que ainda não têm caixa d’água a providenciarem a instalação de um reservatório em casa. Nas manutenções, que são comuns em todas as companhias de saneamento, a caixa d’água mantém o abastecimento no imóvel enquanto a rede e demais estruturas passam por reparos. No Brasil, a obrigatoriedade de instalação de reservatórios em edificações está prevista em leis e normas técnicas. Em Mogi das Cruzes, está regulamentada pelo decreto 14.647/2014.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), por exemplo, órgão responsável pela normatização técnica no Brasil, aborda o tema em sua norma número 5626, que trata da instalação predial de água fria.

Em Mogi, para que os projetos de novas casas e condomínios sejam aprovados, é exigida a instalação de reservatório de água. A norma consta do artigo 66 do decreto 14.647/2014 (Regulamento do Semae): “É obrigatória a instalação de caixa d’água ou reservatório de capacidade igual ou superior ao consumo diário estimado em todas as instalações prediais dotadas de ligação de água do sistema público”.

Porém, como a cidade é antiga, muitas residências foram construídas sem que fossem instalados reservatórios.

A recomendação é de uma reserva de 200 litros diários por pessoa. Assim, uma família com cinco membros deve ter em casa uma caixa d’água de mil litros, no mínimo. Isso garante o abastecimento da residência durante manutenções de rotina na rede e, com o uso moderado, o fornecimento fica garantido até por mais de um dia, mesmo com o sistema público suspenso.

“É muito importante que toda casa tenha uma reservação de água capaz de atender às necessidades dos seus moradores por pelo menos um dia inteiro. Este é um grande benefício, pois acaba com o desconforto de ficar esperando a água voltar, em caso de falta d’água no bairro”, afirma Wagner de Carvalho Moraes, da Divisão de Distribuição de Água do Semae.

Ele explica que as paradas no sistema de distribuição podem ocorrer por quatro motivos: manutenção corretiva, manutenção preventiva, instalação de equipamentos e falta de energia elétrica.

“Sempre que identificamos algum problema, seja um vazamento, queda de energia ou mesmo furto de equipamentos, entre outras situações que paralisam o fornecimento normal de água, trabalhamos para que o serviço seja restabelecido o mais rápido possível, para minimizar os transtornos à população. Por isso, as caixas d’água são indispensáveis “, completa Wagner.

Manutenção
Assim como o sistema de abastecimento precisa de reparos, a caixa d’água também necessita de manutenções e limpezas para funcionar de maneira adequada. O Semae recomenda aos moradores que verifiquem periodicamente as condições dos reservatórios em suas residências, principalmente a situação da tampa e da boia que regula a entrada de água.

SAIBA MAIS

Por que ocorrem paradas no sistema de abastecimento?

São quatro motivos:
1) Manutenção corretiva: quando o Semae identifica um vazamento, por exemplo. Nesse caso, a autarquia tenta fazer o conserto sem parar o abastecimento. No entanto, em alguns casos, a tubulação é tão grande que não é possível fazer o reparo sem interromper o fornecimento de água.

2) Manutenção preventiva: quando o Semae faz um serviço para melhorar o abastecimento. Pode ser a troca de uma bomba, substituição de uma válvula ou tubulação que já chegou ao fim de sua vida útil.

3) Instalações de equipamentos: são as situações em que a autarquia precisa instalar hidrômetros, válvulas e sensores para melhorar a distribuição da água entre os bairros.

4) Falta de energia elétrica: quando acaba a energia e as bombas são desligadas. Às vezes, isso acontece por furto de equipamentos e atos de vandalismo nas estações de bombeamento do Semae.

O que o Semae está fazendo para que essas interrupções ocorram com menos frequência?

1) A autarquia também possui várias caixas d’água, e está investindo na implantação de novos sistemas de abastecimento. Recentemente foram instalados quatro reservatórios novos: dois na Vila Oroxó, um em Jundiapeba e outro na Vila Pomar. O menor deles tem capacidade para 2 milhões de litros de água, e o maior pode armazenar até 8 milhões de litros. Atualmente, o Semae providencia as estruturas complementares, como conjuntos de bombeamento e tubulações, para que esses sistemas entrem em operação.

2) Setorização na região leste da cidade. Setorização é a divisão de uma grande área de abastecimento em sistemas menores. O objetivo da autarquia é agilizar manutenções e diminuir perdas de água, por meio do remanejamento da rede de distribuição e instalação de equipamentos para controle de pressão e vazão.

O Semae recomenda:

1) Além da instalação de caixa d’água, o Semae recomenda aos moradores utilizar água com economia, evitando desperdício.

2) A autarquia também pede o apoio de quem mora próximo às estações de bombeamento para que denunciem à Polícia Militar (190) ou à Guarda Municipal (153) caso percebam alguma situação suspeita de furto ou vandalismo nas unidades.

Mais informações pelo telefone 115