Interligação de redes é reprogramada para sexta (14) e abastecimento será suspenso das 11h às 16h no Real Park

O Semae informa que as obras de interligação de redes que haviam sido previstas para quarta-feira (12/06) e afetariam o abastecimento de água no Conjunto Cocuera e no Real Park, foram reprogramadas para esta sexta (14), das 11h às 15h. Na quarta, após testes e sondagem das tubulações, com uma pausa de aproximadamente 30 minutos no abastecimento, identificou-se outro ponto de interligação.

Desta vez, a paralisação afetará somente o Real Park e a normalização do fornecimento de água será de forma gradativa, devendo se estabilizar à noite. Quem tem caixa d’água possivelmente não terá a rotina afetada. Ainda assim, o Semae recomenda utilizar com economia o volume armazenado. 

Para comunicar falta d’água, entre em contato com o Semae:
Telefone 115: atendimento de segunda a sexta, das 7h às 21h/ Sábado, domingos e feriados, das 7h às 19h

WhatsApp, no número (11) 95807-3381: atendimento de segunda a sexta, exceto feriados, das 8h às 18h

DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA:
• Tome banhos de, no máximo, 5 minutos, e feche o chuveiro enquanto se ensaboa;
• Feche a torneira enquanto escova os dentes (ou, melhor ainda, use um copo com água);
• Se utiliza máquina de lavar, faça isso com o equipamento cheio (apenas quando tiver carga suficiente para completá-lo)
• Feche a torneira ao ensaboar as louças;
• Evite utilizar a mangueira para lavagem de veículos. Opte pelo balde;
• Evite a mangueira para regar plantas. Use regador;
• Não use mangueira para limpeza de calçada. Utilize vassoura;
• Sempre que possível, reutilize água (a água que sai da máquina de lavar, por exemplo, pode ser usada para lavar quintal, banheiro, calçada etc.);
• Não utilize o vaso sanitário como lixeira;
• Identifique possíveis vazamentos internos e, se constatados, faça os devidos reparos.

Mais informações sobre economia de água: AQUI

Mais informações sobre caixa d’água: AQUI

Interligação de redes suspenderá abastecimento de água no Conjunto Cocuera e Real Park, nesta quarta (12/06)

Nesta quarta-feira (12/06), haverá uma pausa na distribuição de água, das 8h às 12h, para obras de interligação de redes no Conjunto Cocuera. A paralisação incluirá o Real Park. A normalização do fornecimento de água será de forma gradativa, devendo se estabilizar à noite. Quem tem caixa d’água possivelmente não terá a rotina afetada. Ainda assim, o Semae recomenda utilizar com economia o volume armazenado.

Para comunicar falta d’água, entre em contato com o Semae:
Telefone 115: atendimento de segunda a sexta, das 7h às 21h/ Sábado, domingos e feriados, das 7h às 19h

WhatsApp, no número (11) 95807-3381: atendimento de segunda a sexta, exceto feriados, das 8h às 18h

DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA:
• Tome banhos de, no máximo, 5 minutos, e feche o chuveiro enquanto se ensaboa;
• Feche a torneira enquanto escova os dentes (ou, melhor ainda, use um copo com água);
• Se utiliza máquina de lavar, faça isso com o equipamento cheio (apenas quando tiver carga suficiente para completá-lo)
• Feche a torneira ao ensaboar as louças;
• Evite utilizar a mangueira para lavagem de veículos. Opte pelo balde;
• Evite a mangueira para regar plantas. Use regador;
• Não use mangueira para limpeza de calçada. Utilize vassoura;
• Sempre que possível, reutilize água (a água que sai da máquina de lavar, por exemplo, pode ser usada para lavar quintal, banheiro, calçada etc.);
• Não utilize o vaso sanitário como lixeira;
• Identifique possíveis vazamentos internos e, se constatados, faça os devidos reparos.

Mais informações sobre economia de água: AQUI

Mais informações sobre caixa d’água: AQUI

No Dia da Água (22/03), público participa de atividades realizadas pelo Semae

Dezenas de pessoas passaram pelas tendas do Semae instaladas no Largo do Rosário para o Semae na Praça, evento em referência ao Dia Mundial da Água. Celebrada em 22 de março, a data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) para despertar a conscientização, o respeito e a preservação desse bem fundamental para a vida no planeta. Um grupo de mogianos também visitou a Estação de Tratamento de Água (ETA) Centro, pelo programa Semae de Portas Abertas.

No Largo do Rosário, durante boa parte da manhã e da tarde, a autarquia promoveu demonstrações do tratamento de água e de esgoto e exibiu, num telão, um vídeo institucional sobre esses processos. Uma equipe ficou à disposição para esclarecer dúvidas sobre o funcionamento do hidrômetro e como detectar vazamentos.

A Agência Móvel do Semae, um sistema de atendimento por meio de uma van adaptada, atendeu clientes interessados em serviços como atualização de carnês e parcelamento de débitos.

O Semae de Portas Abertas, programa de visitas monitoradas tradicionalmente dedicado a estudantes, recebeu moradores interessados em saber sobre o funcionamento da ETA Centro, conhecendo o processo de purificação da água e as diferentes etapas do tratamento. Os participantes receberão certificado online.

No Dia da Água (22/03), autarquia realiza os eventos Semae na Praça e Semae de Portas Abertas

No Dia Mundial da Água, que será celebrado nesta sexta-feira (22/03), o Semae de Mogi das Cruzes promoverá duas atividades sobre o tema: o Semae na Praça e uma edição especial do Semae de Portas Abertas. O Dia Mundial da Água foi instituído em 1992 pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de despertar a conscientização da população para o respeito e a preservação desse bem fundamental para a vida em nosso planeta.

O Semae na Praça será um dia de atividades no Largo do Rosário (Praça da Marisa), das 10h às 15h, com oficinas de demonstração do tratamento de água e tratamento de esgoto, distribuição de água, vídeo institucional (tratamento de água e esgoto), informações sobre como funciona o hidrômetro e como detectar vazamentos.

A Agência Móvel do Semae, um sistema de atendimento por meio de uma van adaptada, atenderá o público para serviços como solicitação de estudo para ligação de água e esgoto, verificação de débitos com emissão de segunda via de conta e guias de Dívida Ativa, parcelamentos de débitos, emissão de guias para religação, solicitações de vistorias para contas com consumo alto e solicitação para alteração de titularidade.

Já o Semae de Portas Abertas, programa de visitas monitoradas tradicionalmente dedicado a estudantes, desta vez será aberto a qualquer interessado. O limite é de 60 vagas e a inscrição e confirmação do agendamento são por meio do preenchimento de formulário online (link no final do texto). A idade mínima é de 12 anos, mas os menores de 18 devem estar acompanhados de um dos pais ou de um responsável.

Com um passeio guiado pela Estação de Tratamento de Água (ETA) Centro, onde os participantes verão de perto o processo de purificação da água para conhecer as diferentes etapas do tratamento (incluindo os sistemas de filtragem e lavagem de filtros), uso consciente da água e responsabilidade com o meio ambiente, e poderão tirar dúvidas com técnicos da autarquia.

Serão duas visitas, com 30 pessoas cada (total de 60 vagas), no período da manhã. A primeira visita será das 8h30 às 9h30, e a segunda das 9h40 às 10h40.  As vagas serão preenchidas por ordem de inscrições no formulário online.

Para esclarecer dúvidas ou obter mais informações, é só entrar em contato com a Divisão de Meio Ambiente da autarquia, no telefone 4798-6392 (de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h), ou enviar e-mail para visitas@semae.sp.gov.br.


Regras de segurança durante a visita:
•    Os participantes deverão seguir atentamente as orientações fornecidas pelo guia ou responsável durante a visita.
•    Não tocar em equipamentos ou estruturas sem autorização prévia do guia ou responsável.  
•    Estar alerta quanto a movimentações operacionais de veículos e maquinários, se houver, bem como manter uma distância segura de áreas com produtos químicos, equipamentos em funcionamento ou locais com possibilidade de quedas.
•    Manter a cortesia e o respeito durante a visita, tanto em relação aos outros participantes quanto ao ambiente de trabalho da ETA Centro.


Informações básicas: 
Data: 22/03/2024 
Duração da visita: das 8h30 às 9h30 e 9h40 às 10h40
Capacidade máxima por grupo: 30
Inscrições: pela internet (link abaixo)

Por meio deste link, acesse o formulário online para fazer a inscrição

No Dia da Água (22/03), autarquia realiza edição do Semae de Portas Abertas para comunidade em geral

No Dia Mundial da Água, que será celebrado na próxima sexta-feira (22/03), o Semae de Mogi das Cruzes promoverá uma edição especial do Semae de Portas Abertas. O programa de visitas monitoradas, tradicionalmente dedicado a estudantes, desta vez será aberto a qualquer interessado. O limite é de 60 vagas e a inscrição e confirmação do agendamento são por meio do preenchimento de formulário online (link no final do texto). A idade mínima é de 12 anos, mas os menores de 18 devem estar acompanhados de um dos pais ou de um responsável.

Com um passeio guiado pela Estação de Tratamento de Água (ETA) Centro, onde os participantes verão de perto o processo de purificação da água para conhecer as diferentes etapas do tratamento (incluindo os sistemas de filtragem e lavagem de filtros), uso consciente da água e responsabilidade com o meio ambiente, e poderão tirar dúvidas com técnicos da autarquia.

Serão duas visitas, com 30 pessoas cada (total de 60 vagas), no período da manhã. A primeira visita será das 8h30 às 9h30, e a segunda das 9h40 às 10h40.  As vagas serão preenchidas por ordem de inscrições no formulário online.

Para esclarecer dúvidas ou obter mais informações, é só entrar em contato com a Divisão de Meio Ambiente da autarquia, no telefone 4798-6392 (de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h), ou enviar e-mail para visitas@semae.sp.gov.br.

A ETA Centro fica na rua Otto Unger, 450. A entrada dos visitantes será pela Portaria 1 (próxima à praça em frente ao Cemitério São Salvador).

Um bem essencial
O Dia Mundial da Água foi instituído em 1992 pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de despertar a conscientização da população para o respeito e a preservação desse bem fundamental para a vida em nosso planeta.


Regras de segurança durante a visita:
Os participantes deverão seguir atentamente as orientações fornecidas pelo guia ou responsável durante a visita.
Não tocar em equipamentos ou estruturas sem autorização prévia do guia ou responsável.  
Estar alerta quanto a movimentações operacionais de veículos e maquinários, se houver, bem como manter uma distância segura de áreas com produtos químicos, equipamentos em funcionamento ou locais com possibilidade de quedas.
Manter a cortesia e o respeito durante a visita, tanto em relação aos outros participantes quanto ao ambiente de trabalho da ETA Centro.


Informações básicas: 
Data: 22/03/2024 
Duração da visita: das 8h30 às 9h30 e 9h40 às 10h40
Capacidade máxima por grupo: 30
Inscrições: pela internet (link abaixo)

Por meio deste link, acesse o formulário online para fazer a inscrição

Instituto de Meteorologia emite novo alerta para onda de calor; Semae recomenda economia de água

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta para uma nova onda de calor, incluindo nível vermelho (grande perigo) em algumas regiões. No Estado de São Paulo, as temperaturas mais altas estão previstas para o interior, mas os dias serão quentes também na área que abrange Mogi das Cruzes, com aviso amarelo (perigo potencial) e máximas de 34º no sábado e no domingo (16 e 17/03) e 31º na segunda-feira (18), de acordo com o Climatempo. Neste cenário, o Semae reforça a necessidade de uso consciente e economia de água.

A Defesa Civil do Estado de São Paulo, em seu perfil na rede social Instagram, também informa um alerta de altas temperaturas, previsão de 35º e sensação térmica de 36º na média da Região Metropolitana da capital, que inclui Mogi das Cruzes.

“O uso consciente da água deve ser constante, mas precisa ser intensificado com a onda de calor, que faz aumentar a demanda. Pedimos a todos que evitem o desperdício, para que possamos manter os níveis dos reservatórios e, dessa forma, não falte para ninguém. E aproveitamos também para, novamente, enfatizar a importância da caixa d’água nas residências”, afirma o diretor-geral da autarquia, Francisco Cochi Camargo.

Com medidas simples, é possível reduzir o consumo ao fazer as tarefas do dia a dia. As recomendações, não só do Semae como de muitas companhias de abastecimento, são fechar a torneira ao escovar os dentes, fazer lavagens de roupas sempre com a máquina cheia (apenas quando tiver carga suficiente para completá-la), além de identificar e reparar possíveis vazamentos internos (veja mais dicas ao final deste texto).

O chuveiro, por exemplo, é considerado um dos principais meios de desperdício. Durante o banho, desligá-lo enquanto se ensaboa o corpo pode representar uma redução de 80 litros de água consumida, dependendo do tempo de banho. Em um mês, são 2,4 mil litros de água (por pessoa) que deixam de ir desnecessariamente para o ralo.

Cinco minutos de torneira aberta na pia da cozinha ou no tanque consomem cerca de 50 litros (considerando uma vazão de 10 litros por minuto).

Caixa d’água
A autarquia reitera também a orientação para quem ainda não tem caixa d’água que providencie a instalação de um reservatório no imóvel, o que é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção da rede ou outras intervenções que exigem a interrupção do abastecimento.

A reserva de 200 litros para cada morador é suficiente. Assim, uma casa com cinco pessoas deve ter uma caixa com capacidade para mil litros. Isso garante o abastecimento da residência por até 24 horas sem fornecimento de água pela rede.


DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA:
• Tome banhos de, no máximo, 5 minutos, e feche o chuveiro enquanto se ensaboa;
• Feche a torneira enquanto escova os dentes (ou, melhor ainda, use um copo com água);
• Se utiliza máquina de lavar, faça isso com o equipamento cheio (apenas quando tiver carga suficiente para completá-lo)
• Feche a torneira ao ensaboar as louças;
• Evite utilizar a mangueira para lavagem de veículos. Opte pelo balde;
• Evite a mangueira para regar plantas. Use regador;
• Não use mangueira para limpeza de calçada. Utilize vassoura;
• Sempre que possível, reutilize água (a água que sai da máquina de lavar, por exemplo, pode ser usada para lavar quintal, banheiro, calçada etc.);
• Não utilize o vaso sanitário como lixeira;
• Identifique possíveis vazamentos internos e, se constatados, faça os devidos reparos.

Semae reforça dicas para economizar água

Neste verão, com dias de altas temperaturas, o Semae de Mogi das Cruzes reforça a necessidade de uso consciente e economia de água. Com medidas simples, é possível reduzir o consumo ao fazer as tarefas do dia a dia. Como a autarquia sempre lembra, o chuveiro é considerado um dos principais meios de desperdício. Durante o banho, desligá-lo enquanto se ensaboa o corpo pode representar uma redução de 80 litros de água consumida, dependendo do tempo de banho. Em um mês, são 2,4 mil litros de água (por pessoa) que deixam de ir desnecessariamente para o ralo.

Cinco minutos de torneira aberta na pia da cozinha ou no tanque consomem cerca de 50 litros (considerando uma vazão de 10 litros por minuto).

Outras recomendações, não só do Semae como de muitas companhias de abastecimento são fechar a torneira ao escovar os dentes, fazer lavagens de roupas sempre com a máquina cheia (apenas quando tiver carga suficiente para completá-la), além de identificar e reparar possíveis vazamentos internos (veja mais dicas ao final deste texto).

Caixa d’água
A autarquia reitera também a orientação para quem ainda não tem caixa d’água que providencie a instalação de um reservatório no imóvel, o que é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção da rede ou outras intervenções que exigem a interrupção do abastecimento.

A reserva de 200 litros para cada morador é suficiente. Assim, uma casa com cinco pessoas deve ter uma caixa com capacidade para mil litros. Isso garante o abastecimento da residência por até 24 horas sem fornecimento de água pela rede.


DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA:

• Tome banhos de, no máximo, 5 minutos, e feche o chuveiro enquanto se ensaboa;

• Feche a torneira enquanto escova os dentes (ou, melhor ainda, use um copo com água);

• Se utiliza máquina de lavar, faça isso com o equipamento cheio (apenas quando tiver carga suficiente para completá-lo)

• Feche a torneira ao ensaboar as louças;

• Evite utilizar a mangueira para lavagem de veículos. Opte pelo balde;

• Evite a mangueira para regar plantas. Use regador;

• Não use mangueira para limpeza de calçada. Utilize vassoura;

• Sempre que possível, reutilize água (a água que sai da máquina de lavar, por exemplo, pode ser usada para lavar quintal, banheiro, calçada etc.);

• Não utilize o vaso sanitário como lixeira;

• Identifique possíveis vazamentos internos e, se constatados, faça os devidos reparos.

Sala de análise bacteriológica reforça controle da qualidade da água pelo Semae de Mogi das Cruzes

O Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) de Mogi das Cruzes instalou novos equipamentos no laboratório da Estação de Tratamento de Água (ETA) Leste, específicos para análise bacteriológica, cujo objetivo é identificar a presença de possíveis micro-organismos. Este tipo de controle já é feito diariamente, mas a instalação na própria estação de tratamento amplia a agilidade das análises, caso haja necessidade de respostas mais rápidas.

As amostras avaliadas são coletadas na chegada da água bruta (vinda da captação no rio Tietê), reservatório e saída da ETA Leste.

O investimento foi de aproximadamente R$ 28 mil, na compra de câmara de fluxo, incubadora, lâmpada ultravioleta e geladeira.

“Essa iniciativa impacta positivamente, promovendo saúde pública e assegurando água potável de qualidade. Com o novo laboratório, ampliaremos a nossa capacidade em relação à tomada de medidas imediatas em caso de detecção de problemas, garantindo uma resposta ágil diante de qualquer indício de contaminação, reforçando a segurança da água fornecida à população”, afirma o encarregado de Controle de Qualidade do Tratamento de Água, Ivan Santos de Jesus.

“Também melhoraremos nosso compromisso ambiental ao monitorar a qualidade da água de forma mais eficiente, contribuindo para a preservação e segurança do recurso hídrico”, destaca.

“Estamos utilizando o que há de melhor em relação às tecnologias empregadas, o que mostra nosso compromisso com a inovação e a busca constante por métodos mais eficazes de análise”, completa o encarregado.

“Vale ressaltar ainda a expertise técnica da equipe do laboratório, que possui qualificação e capacidade para realizar as análises bacteriológicas, o que contribui para resultados mais precisos e confiáveis”, conclui Ivan.

Investimentos
O processo de melhorias nos laboratórios tem sido constante. No início deste ano, o Semae instalou um novo analisador de cloro livre, que tornou mais moderna a fase de leitura e análise da água e ainda gera economia. O aparelho utiliza o método amperométrico, que dispensa o emprego de reagentes na medição da correta dosagem de cloro, substância essencial para a potabilidade da água.

O analisador substituiu um equipamento antigo que utilizava reagentes importados para as análises, o que encarecia a sua utilização e manutenção.

O investimento, de R$ 17 mil, proporciona uma economia de aproximadamente R$ 13 mil por ano, que era o custo dos reagentes empregados no processo com o equipamento antigo. Ou seja, em pouco mais de um ano, a redução de despesas já será maior que o valor pago no novo analisador.

Em agosto, a autarquia substituiu três equipamentos no laboratório da ETA Centro. O investimento foi de aproximadamente R$ 33 mil em um novo turbidímetro de bancada (aparelho que controla a turbidez) e dois agitadores magnéticos, empregados no controle da qualidade dos produtos químicos utilizados no tratamento e que garantem a potabilidade da água da água distribuída à população.

Todo procedimento no laboratório já assegura uma água de qualidade, mas a aquisição de equipamentos mais modernos e mais precisos amplia a segurança técnica e operacional para atender aos parâmetros da Portaria 888, do Ministério da Saúde, que define os procedimentos de garantia da qualidade da água para o consumo humano.

O controle da turbidez, que verifica se não há partículas em suspensão na água, é um dos principais procedimentos do laboratório. Por dia, são realizadas mais de 250 análises, o que mostra o rigor da autarquia na garantia da potabilidade. Com a nova portaria do Ministério da Saúde, de 2021, além do aspecto visual, o controle da turbidez ganhou uma importância microbiológica, evitando a presença de micro-organismos.

Já os agitadores magnéticos promovem a agitação e aquecimento de partículas, o que permite controlar a qualidade dos produtos utilizados para tratar a água.

Controle
A água distribuída à população de Mogi das Cruzes passa diariamente por rigorosos testes e análises de qualidade. Em 2022, a autarquia ampliou o número de pontos de coleta de amostras, que passaram de cerca de 250 para 287 endereços cadastrados, o que resulta em aproximadamente 400 coletas mensais.

Somadas as análises feitas em laboratórios, nas estações de tratamento e redes de distribuição, são quase 25,9 mil procedimentos, todos os meses.

As análises são feitas com amostras das estações de tratamento Centro (12,5 mil por mês), Leste (8,5 mil) e dos núcleos urbanos isolados (2 mil).

Na rede de distribuição, os testes são realizados pela coleta de amostras nas áreas abastecidas pela ETA Centro (1,6 mil análises mensais, incluindo a rede que distribui água por meio do reservatório da Sabesp, em Braz Cubas), ETA Leste (580) e núcleos isolados (720).

Semae trabalha para solucionar falta d’água em bairros da região leste

Sobre a falta d’água em bairros da área leste da cidade, o Semae informa que segue monitorando a situação e que trabalha para solucionar o problema no menor tempo possível. A autarquia esclarece que no sábado (11/11) houve uma queda brusca no nível dos reservatórios daquela região, e foi necessário desligar a distribuição por algumas horas para recuperação dos níveis.

No domingo (12/11), houve quedas de energia (por parte da concessionária EDP) na Estação de Tratamento de Água Leste e na Estação de Captação, o que comprometeu por mais tempo o sistema de abastecimento na região leste, que ainda se recuperava da parada anterior.

Situações de baixa pressão ainda podem ocorrer nesta terça e quarta-feira (14 e 15/11) em alguns bairros. A autarquia monitora o sistema e realiza manobras na rede para estabilizar a pressão e o abastecimento.

O Semae destaca ainda que, na segunda-feira (13/11), houve novos picos de energia, tanto na Estação de Captação, quanto nas de tratamento Centro e Leste. Embora tratem-se de intermitências e paradas de curta duração, isso impacta o abastecimento porque, a cada parada, é necessário retomar todo o processo de captação, tratamento e distribuição.

Também na segunda-feira, o telefone 115 ficou inoperante durante a manhã e início da tarde, o que dificultou o contato de alguns consumidores. Na ocasião, a operadora Vivo informou que realizava manutenção na linha. O serviço foi restabelecido à tarde.

Moradores que ainda enfrentarem problema de falta d’água podem entrar em contato com o Semae pelo telefone 115 ou pelo Whatsapp, no número (11) 95807-3381. No caso do Whatsapp, o atendimento é de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 18h.

É importante esclarecer que sempre que se trata de uma manutenção preventiva ou qualquer evento previsto há divulgação antecipada nos sites da Prefeitura e do Semae, com ampla divulgação na imprensa local.

Somente em casos emergenciais e não previstos é que não há como fazer uma divulgação antecipada, a exemplo da situação atual, que não é uma manutenção programada (trata-se de um problema emergencial de abastecimento, sobre o qual a autarquia está trabalhando para solucionar).

Semae instala novos equipamentos em laboratório para controle da qualidade da água

O Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) de Mogi das Cruzes substituiu três equipamentos no laboratório da Estação de Tratamento de Água (ETA) Centro. O investimento foi de aproximadamente R$ 33 mil em um novo turbidímetro de bancada (aparelho que controla a turbidez) e dois agitadores magnéticos, empregados no controle da qualidade dos produtos químicos utilizados no tratamento e que garantem a potabilidade da água da água distribuída à população.

“Todo procedimento no laboratório já assegura uma água de qualidade, mas a aquisição de equipamentos mais modernos e mais precisos amplia a segurança técnica e operacional para atender aos parâmetros da Portaria 888, do Ministério da Saúde, que define os procedimentos de garantia da qualidade da água para o consumo humano”, explica o encarregado de Controle de Qualidade do Tratamento de Água, Ivan Santos de Jesus.

O controle da turbidez, que verifica se não há partículas em suspensão na água, é um dos principais procedimentos do laboratório. Por dia, são realizadas mais de 250 análises, o que mostra o rigor da autarquia na garantia da potabilidade. “Com a nova portaria do Ministério da Saúde, de 2021, além do aspecto visual, o controle da turbidez ganhou uma importância microbiológica, evitando a presença de microorganismos”, completa o encarregado.

Já os agitadores magnéticos promovem a agitação e aquecimento de partículas, o que permite controlar a qualidade dos produtos utilizados para tratar a água.

O processo de melhorias no laboratório tem sido constante. No início deste ano, o Semae instalou um novo analisador de cloro livre, que tornou mais moderna a fase de leitura e análise da água e ainda gera economia. O aparelho utiliza o método amperométrico, que dispensa o emprego de reagentes na medição da correta dosagem de cloro, substância essencial para a potabilidade da água.

O analisador substituiu um equipamento antigo que utilizava reagentes importados para as análises, o que encarecia a sua utilização e manutenção.

O investimento, de R$ 17 mil, proporciona uma economia de aproximadamente R$ 13 mil por ano, que era o custo dos reagentes empregados no processo com o equipamento antigo. Ou seja, em pouco mais de um ano, a redução de despesas já será maior que o valor pago no novo analisador.

Controle
A água distribuída à população de Mogi das Cruzes passa diariamente por rigorosos testes e análises de qualidade. Em 2022, a autarquia ampliou o número de pontos de coleta de amostras, que passaram de cerca de 250 para 287 endereços cadastrados, o que resulta em aproximadamente 400 coletas mensais.

Somadas as análises feitas em laboratórios, nas estações de tratamento e redes de distribuição, são quase 25,9 mil procedimentos, todos os meses.

As análises são feitas nas Estações de Tratamento do Centro (12,5 mil por mês), Leste (8,5 mil) e dos núcleos urbanos isolados (2 mil).

Na rede de distribuição, os testes são realizados pela coleta de amostras nas áreas abastecidas pela ETA Centro (1,6 mil análises mensais, incluindo a rede que distribui água por meio do reservatório da Sabesp, em Braz Cubas), ETA Leste (580) e núcleos isolados (720).